DEFINIÇÕES PARA SANTUÁRIOS CATÓLICOS.

CAPELA

O conceito de capela referencia a pequena igreja, com apenas um altar, subordinada a uma paróquia; por muitos também chamada ermida, orada, santuário. Dessa variação derivol-se cada um dos locais, em uma igreja, reservados para oração, meditação ou pequenos serviços religiosos, onde fica um altar de santo. É o caso, no MAS-UFBA, dos “nichos” na nave da Igreja de Santa Teresa.
As capelas têm suas origens no século XIII, quando o gótico cria os retábulos, que serviriam para rezas, casamentos, batismos dos servos. Assim havia a separação das liturgias com a nobreza. As capelas tinham os seus altares. Os denominados “laterais”.

ERMIDA

Hoje, quando se fala de ermida a referência principal é para uma pequena igreja ou capela em lugar ermo ou fora de uma povoação

Porém, em sua etimologia, o termo define, em latim “eremíta,ae” ‘lugar deserto, afastado, o que vive ou fica solitário, nesse lugar’. Daí vem o termo que referencia a ‘pequena igreja em lugar ermo’, trabalhado pelos gregos como “érémos” ou “erêmos”, ou seja: ‘deserto’.

IGREJA

O termo advém do grego ekklésía, que pertencia as ‘assembléia por convocação, assembléia do povo ou dos guerreiros, assembléia dos Anfictiões, assembléia de fiéis. Tais reuniões passaram a ter o lugar, a igreja’, que, durante a cristandade, passou a ser o ajuntamento dos primeiros cristãos, a comunhão cristã, igreja, templo’. Em termo de arquitetura a igreja passa a ser o espaço destinado a liturgias.

BASÍLICA

O termo vem do latim “basilìca,ae” “basílica” e do grego “basilikê”; cuja grafia, no século XV passou a ser “basílica” e no século XV “basillica”. Em termos de arquitetura, a basílica, entre os romanos, foi definida como um edifício público, coberto e retangular, com três naves separadas por colunas, que abrigava mercados, tribunais ou onde se reuniam comerciantes e pessoas ociosas, e no qual, mais tarde, se congregaram os primeiros cristãos. Daí a designação das primeiras igrejas cristãs que conservaram o mesmo plano desse edifício profano.

Hoje o termo está voltado para a Igreja católica que goza, conforme o direito canônico, de certos privilégios: dispor de altar reservado ao papa, ao cardeal ou ao patriarca, e não estar submetida à jurisdição eclesiástica local, o que lhe confere status internacional e símbolo da igreja patriarcal em forma de pálio, que protegia os prelados durante as procissões.

Sobre projetoexvotosdobrasil

Coordenador do Projeto Ex-votos do Brasil.
Esse post foi publicado em Notícias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s