Santuários Digitais

Santuários Digitais – Nossa Senhora Aparecida – SP – Brasil

Imagem

No Museu de Paleontologia, com a Dra. Jorente, alunas do PPGCI/UNESP e representantes da prefeitura de MaríliaO estudo objetiva mostrar como as estratégias multimediáticas do santuário de Nossa Senhora Aparecida, tanto no plano presencial, quanto no ciberespaço, alcançam as informações e algumas práticas religiosas através da tecnologia e das estruturas informacionais e de interatividade, que vêm se reestruturando para atingir o crente presencial ou internauta. Algo que, além da transmediatização e da convergência, vem se solidificando desde 2010 no que alguns pesquisadores e teóricos denominam “Ciber-religião”.

​Nesta pesquisa, desenvolvida no PNPD no PPGCI/UNESP/Marília, na linha Informação e Tecnologia, sob a orientação da Doutora Maria José Vicentini Jorente, não se objetiva adentrar nas questões particulares da teologia ou religiosidade, como crença e liturgias, mas aprofundar no campo da informação e comunicação onde os media da Instituição Católica processam e caminham para chegar e conquistar mais crentes. 

Neste site, estarão todos os passos e incursões da pesquisa. Desde as aulas em Marília à pesquisa de campo no Santuário Nacional de Aparecida. Uma espécie de diário de pesquisa, que visa abrir a informação a pesquisadores, facilitando assim o aprendizado do caminho da pesquisa, do objeto e do próprio PNPD/CAPES.

Nos sublinks, pode-se encontrar as particularidades de cada media: Museu, Sala de Milagres, CDM, TV, Rádio, Revista, Boletim e Jornal escrito.



​Os santuários religiosos, independente do seu tipo, são construções histórico-sócio-culturais. Apresentam-se como espaços destinados a peregrinos, crentes, romeiros e turistas de diversas regiões com o intuito de pagar promessas, presenciar missas, casar, batizar, doar objetos à Igreja ou simplesmente visitar o espaço que também se tornou turístico.

Apesar de não ser uma realidade muito comum, vários santuários católicos tentam criar um equilíbrio entre as funções Institucionais religiosas e a assistência às comunidades. Dentro disso, os grandes santuários católicos passaram a criar soluções infocomunicacionais, como serviços de sons, murais, serviço social, rádio, televisão, museus, bibliotecas e arquivos permanentes e um aparato sistemático que procura atrair os diversos públicos que os frequentam. Isso inclui lojas, livrarias e até shopping center.

É no encontro desses meios que este projeto se atém, buscando verificar o potencial multimediático e transmediático deles perante o público religioso e analisar os seus potenciais voltados ao catolicismo. 


Objetivos do Projeto

Analisar as interfaces mediáticas no santuário de Aparecida, Brasil, nas suas estruturas físicas, que englobam rádio, jornal impresso, revista, boletins e os vetores da memória (arquivos, bibliotecas e museus), às suas interfaces nas plataformas digitais, assim sendo: portais, redes sociais e Apps, para compreender os níveis de interação e informação dentro do processo de transmediatização, tanto entre sistemas (ciber e presencial) e plataformas, quanto interpessoal.

  • Verificar presencialmente o quantitativo de media que possuem os três santuários;
  • Análise-síntese das rádios, TVs, revistas, boletins e jornais;
  • Análise-síntese dos museus, centros de memória, arquivos e bibliotecas;
  • Verificar os centros de apoio e informação aos turistas e peregrinos;
  • Verificar salas de milagres;
  • Verificar os murais de informação;

Santuário digital on-line

  • Análise das rádios, TVs, revistas, boletins e jornais;
  • Análise dos museus, centros de memória, arquivos e bibliotecas, nos quesitos informação e disponibilização dos seus acervos;
  • Análise da possibilidade de interatividade: vela virtual, rosário e terço virtuais, passeio virtual, contato (e-mail, telefone, fax) com o santuário presencial;
  • Análise da interação entre as plataformas portal-Facebook-Twitter
  • Verificar as chamadas em banners de informação
  • Verificar a venda de produtos
  • Verificar o quantitativo e os objetivos dos Apps dos Santuários em iOS e Android.

4 de fevereiro de 2019

Vistas externas de aspectos do santuário

Os teleféricos e uma das ruas de acesso ao santuário, em 4 de fevereiro de 2019


Nave principal


SEMANA SANTA NO SANTUÁRIO

A intenção de tecer uma observação no santuário, foi de verificar os funcionamentos dos media diante da multidão de romeiros, peregrinos e turistas.

Foi percebido o quão repleto fica o espaço da sala de milagres; a grande quantidade de visitantes nos dois pavimentos do museu principal; a quantidade pequena no mirante; e a multimodalidade construída na vigília pascal no sábado de Aleluia. Outros detalhes foram percebidos com a atuação de vetores informacionais no apoio aos romeiros e peregrinos no centro de alimentação e compras, nos parques e na esplanada.

As observações aconteceram entre os dias 18 e 21 de abril de 2019.
As imagens e comentários estão em cada link deste projeto.