Milagres da Fé

Milagres da fé – instalação da sala de milagres no MAB

A ideia da instalação de uma sala de milagres no MAB aconteceu em 2015 à época do lançamento do livro “Ex-votos das Américas: memória e comunicação social”. Em uma semana a equipe fez toda a instalação que permaneceu por um mês.

Agora, em mais uma edição, e com todo o apoio do MAB, mais uma instalação teve início, e será inaugurada no dia 13 de julho, quando do lançamento do livro Ex-votos do Brasil: arte e folkcomunicação, e do I Colóquio Arte e Folkcomunicação.

No dia 21 de junho, bolsistas e membros do NPE iniciaram a arrumação e classificação dos objetos. E hoje, 22 de junho, em véspera do São João, o coordenador do NPE, e com grande participação da Museóloga Val Cândido e da Bacharela em Humanidades, Ariadiny Araújo, iniciaram a colocação de objetos ex-votivos e mobiliário nos seus lugares.

Primeiros passos:

Caixas, parafinas, fotos, montagens, painel, futuro oratório
Oratório, vitrine, painel de fotos


Segundo dia:

Cássio Beribá (PPG Museologia) e Ariadiny iniciando a arrumação
Ariadiny, Cássio (PPG Museologia), Deriene e Bete – organização no MAB e na sala de milagres do Bomfim, onde recolhemos os ex-votos.

Terceiro dia:

Guto, Val Cândido, Deriene e Ariadiny na arrumação dos ex-votos. Seja na parede, com escada, seja à mão nos laços para o nicho.


Quarto dia:

Com o Grupo bem focado, neste quarto dia a sala já tomou a sua configuração. Parafina, fotos, kitschs, orgânicos, milagritos, madeira, e até camisa do Vasco da Gama, “desobrigada” pelo jogador Edmundo, campeão brasileiro em 1997.


Últimos ajustes no dia 05 de julho:

Val Cândido, Bete, Hugo e Julia. Verificação dos últimos pormenores para a sala estar pronta.


Sala concluída para a exposição.


Hora da partida para Minas Gerais

No dia de hoje, 15 de agosto, a exposição Milagres da Fé foi desmontada para ter o seu envio à Cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, onde fará parte da exposição Devoção Popular – Ex-votos e Santos de Culto Doméstico a ser inaugurada em 25 de agosto de 2016, no Centro de Arte Popular-Cemig juntamente com o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerias, órgãos integrantes do Circuito Cultural Liberdade, que também promoverão nos dias 25 e 26 do mesmo mês, um Seminário sobre o tema, tendo como local o auditório de um dos museus do Circuito.

Nesse seminário estarão, pelo GREC, o Coordenador do NPE, a Museóloga Ms. Genivalda Cândido e a Historiadora Dra. Aninha Duarte.

Desmontando e finalizando para nova etapa